Pontos de Cultura que são filarmônicas participam do desfile do 7 de Setembro

Cultura

d
Foto: Divulgação

Pontos de Cultura são grupos, coletivos e entidades de natureza ou finalidade cultural que desenvolvem e articulam atividades culturais em suas comunidades e em redes, reconhecidos e certificados pelo Ministério da Cultura por meio dos instrumentos da Política Nacional de Cultura Viva, recebendo apoio institucional, técnico e financeiro do Governo do Estado e do Governo Federal. Na Bahia. Dos 270 Pontos de Cultura beneficiados, 11 são compostos por bandas filarmônicas, que participarão dos desfiles do 7 de Setembro, no feriado nacional desta quinta-feira. 


Se você ainda não está na Rádio, Clique na imagem para entrar, OUVIR e continuar lendo:

Se você ainda não está na Rádio, Clique na imagem para entrar, OUVIR e continuar lendo:


Historicamente, as orquestras filarmônicas eram associações que beiravam a informalidade, sendo compostas por músicos autodidatas e outras pessoas amantes das artes e com conhecimento mínimo da execução de instrumentos de sopro. Dessa forma, nos municípios e lugarejos mais afastados das metrópoles, as filarmônicas eram as principais escolas de iniciação musical. Por meio delas, crianças e jovens aprendiam técnicas de execução e até de reparo de aparelhos musicais. Com o tempo, as antigas filarmônicas foram conquistando espaço e reconhecimento como instância cultural e educativa, capaz de formar artistas e públicos altamente capacitados para a vida cultural.

Um dos principais desafios das filarmônicas baianas era a aquisição dos instrumentos, seguido da remuneração dos mestres, transporte e logística para a manutenção das bandas que chegam a ter mais de 100 membros. Os custos para apresentação e intercâmbio na capital, por exemplo, eram altíssimos. Em reconhecimento à importância histórica das filarmônicas, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), lançou uma plataforma digital onde as filarmônicas apresentam seus perfis, disponibilizam suas agendas e interagem com outras instituições, em dimensão planetária. Essa ação ocorreu no mesmo ato de entrega das chaves da nova sede da Federação das Filarmônicas do Estado da Bahia, na Ladeira do Carmo, número 10, em Salvador.

No aspecto do apoio institucional e financeiro, a SECULT apóia 11 Pontos de Cultura que são também filarmônicas. O superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), Sandro Magalhães, destacou a resistência das bandas filarmônicas representadas nos Pontos de Cultura. Para Sandro, “não pode existir política de música sem valorizar o esforço de todos os músicos e maestros das bandas filarmônicas”.

Entre os Pontos de Cultura beneficiados pelo site e pela sede das Filarmônicas do Estado da Bahia está a Associação Comunitária Filarmônica de Maracás. Já em Wenceslau Guimarães, a Associação Filarmônica Amigos da Música vai poder divulgar o ecletismo de sua proposta, capaz de incluir repertórios do frevo e samba à música clássica voltada para jovens em situação de risco. O Ponto de Cultura de Itiúba, Associação Filarmônica e Coral Juvenil 4 de Janeiro, dará mais visibilidade ao resultado de suas oficinas para alunos da zona rural.

Na Chapada Diamantina, a Filarmônica Juvenil Rio do Ouro, de Jacobina, aponta como um dos seus objetivos ensinar a cultura musical, por meio de hinos cívicos a estudantes da rede pública, assim como a Sociedade Filarmônica Minerva, de Morro do Chapéu. Com a inclusão digital, a Filarmônica Lira Santo Antônio, em Caravelas, terá como divulgar o trabalho no bairro Palmeiras. “Temos cerca de 100 jovens tocando instrumentos de sopro e percussão”, informou um dos integrantes da lira, Jamilton Santana.

Também no Extremo-Sul, a Sociedade Filarmônica 2 de Janeiro, de Canavieiras, e a Sociedade Filarmônica Capitania de Ilhéos veiculam valores de cidadania em meio a seu trabalho de formação de músicos, enquanto o Ponto de Cultura da Sociedade Filarmônica Filhos de Apolo, de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, destaca a leitura de partituras e a valorização do cancioneiro local entre outras ações. O Ponto de Cultura Sociedade Filarmônica XV de Novembro, fundada em 1916, em Miguel Calmon e a Sociedade Recreativa e Cultural Filarmônica 30 de junho, de Serrinha fortalecem a interatividade com outras filarmônicas. 
--------------------------------------------------------

RESUMO de NOTÍCIAS

RESUMO de NOTÍCIAS
As principais notícias do dia. Leia o que toca

Mande sua mensagem

Mande sua mensagem
Ou faça parte do nosso grupo

INFANTIL

INFANTIL
Domingo, 10h00 e 16h00 - clique na imagem para saber mais

VOCÊ REPÓRTER

VOCÊ REPÓRTER 
O canal de jornalismo participativo da Rádio Cabriola.

Teatro da Cabriola

Teatro da Cabriola

Aplicativo para ouvir nossa Rádio no Celular

Instale grátis o RadiosNet e ouça nossa rádio  em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads

Fotos da Cabriola

Fotos da Cabriola

Parceria: Rádio Cabriola - Rádio Universidade

Parceria: Rádio Cabriola - Rádio Universidade 
A partir de agora, a Web Rádio Cabriola já inclui em sua programação o "Talento em Destaque", quadro do programa Magazine da Rádio Universidade AM, emissora pública da Universidade Federal de Santa Maria. CLIQUE NA IMAGEM PARA LER

Histórico da Cabriola

Histórico da Cabriola


Arquivos de áudio